6 de mai de 2010

QUERO IR PR'AUSTRÁLIA

Uma das coisas que eu sempre me perguntei, na esperança de achar uma fórmula mágica para ganhar dinheiro, foi: "E se eu saísse por aí distribuindo panfletos com o número da minha conta bancária pedindo colaborações espontâneas?". E não é que, para a minha surpresa, encontrei hoje num busão de Santo Amaro para o centro o seguinte papelzinho colado:



Gênio! O professor Rocha tenta sensibilizar os passageiros, tão ou mais pobres do que ele (pensem que ele teve de bancar a gráfica, morrendo de fome ele não está), em busca de donativos para uma louvável viagem à Grécia. Afinal, ele é professor, ele precisa beber na fonte da sabedoria grega, por que não ajudar? Percebam ainda que o prazo que ele se deu é absolutamente viável: 2015. Ou seja, ainda restam mais de 1500 dias para ele arrecadar o dinheiro de que precisa. Imaginando que uma viagem econômica de dez dias na Grécia saia por uns 4000 reais, ele precisa ganhar 2,50 reais por dia — menos do que o preço de um vale-transporte. Realmente maravilhosa essa matemática, não?

Por que então não me valer dessa mesma estratégia para patrocinar um dos meus sonhos? Alguém tem 1 real aí?