22 de abr de 2010

FICA COMIGO

Esse merece!



Não deixem de ver também o site do moço, com especial ênfase para sua biografia!

GUGU

O Gugu é mesmo o rei do licenciamento! Um dia ele ainda se alia a um famoso site de busca e lança o Gugoogle. Sem falar que, no meio de tantos produtos, faltou ele criar um que seja ele próprio: o Gugu do Gugu. Bom, se bem que já teve o Danny Boy, é verdade! Mas o que importa? Importante mesmo é que, assim como o Ricky Martin, o Gugu também já tem mais de um milhão!

20 de abr de 2010

COM OUTROS OLHOS

— A estação Penha fica para a frente ou para trás?

Quando resolvi sair de casa hoje para enfim conhecer o Masp (sim, vergonha!), jamais pensei que o que mais me chamaria a atenção não seriam os quadros do Van Gogh nem os de ninguém. A pintura mais expressionista, mais surrealista e mais concretista apareceu diante de mim, montada numa bicicleta, com um papel na mão e sotaque nordestino. O cara estava na avenida Paulista e queria saber para que lado ficava a estação do metrô — para chegar a ela, presumo, de bicicleta. Ao mesmo tempo, a pintura mais impressionista, mais romântica fui eu mesmo, que me limitei a dizer um “Esta estação não fica nesta linha”, deixando o cara para trás assim que o farol abriu para eu atravessar.

Não demorou dois segundos para o remorso virar meu companheiro de passeio. Pensei imediatamente nos dias que passei no interior da Bahia, há bem pouco tempo, e transportei aquele cara de lá para o meio da Paulista, montado numa bicicleta e procurando uma estação que fica a, no mínimo, quinze quilômetros dali.

Que desespero pensar em alguém recém-chegado na cidade grande! São Paulo é brutal! O que não estaria passando na cabeça daquele senhor provavelmente acostumado a paisagens sem prédios nem avenidas? E o pior, o que estaria ele pensando das pessoas de São Paulo que nem sequer o enxergavam perdido? Um mundo de gente, indo e vindo sem parar, que, como eu, não se digna a boas-tardes nem a ajudá-lo a encontrar uma tecnicamente simples estação de metrô (mas que fica tãããão longe, dá até preguiça de explicar). Quantos de vocês não fariam a mesma coisa?

Foi assim que eu me vi mais um paulistano besta.

E vi também São Paulo de pelo menos dois jeitos diferentes, coisa que há tempos não acontecia. Vi como ela pode ser difícil para os poucos turistas que vêm para cá e se esforçam em conhecê-la e como pode ser dura para todos aqueles que chegam aqui e procuram se encontrar.

16 de abr de 2010

LUCKY BAMBOO

Dias atrás vi essa preciosidade à venda em uma das lojas do supermercado que é lugar de gente feliz. Não aguentei e fotografei com o celular mesmo. Afinal, queria saber se algum dos meus queridos leitores seria capaz de desembolsar 60 reais por tamanha abstração. Não? Vai ver é por isso que a sorte não sorri pra vocês!

Ah, e só para constar, dois dias depois voltei ao mercado e os minibambus não estavam mais lá!

9 de abr de 2010

QUADRILHA 2010

E já que Drummond é o cara, taí mais uma atualização para sua obra:

Fernanda adicionou Eduardo que add Gustavo
que add Carolina que add Tiago que adicionou Ricardo
que passava o tempo todo deixando scraps se autopromovendo.

A Fê virou designer, o Du quer ser ator,
o Guuu quase morreu na rave, a Carol se anabolizou,
o Ti faz cursos de harmonização de vinhos
e o Ri está sustentando Uóshinton,
que era um excluído digital e nunca teve Facebook.

7 de abr de 2010

CHICO XAVIER

A publicidade pelo jeito está sendo eficaz. Estou com vontade de assistir ao filme. Quem sabe nesta semana ainda. Mas, por ora, decidi escrever este post para fazer algumas considerações:

1- E se algum neomédium psicografar Chico Xavier no momento em que ele estiver psicografando alguém? Como distinguir a metapsicografia de uma simples linha cruzada?

2- Confesso que morria de medo daquelas intervenções do Chico Xavier que passavam sempre que o Sabadão Sertanejo voltava dos comerciais. Aliás, o que mensagens de espiritismo tinham a ver com aquelas roupas country que o Gugu usava?

3- "Chico Xavier" entra definitivamente para a lista de nomes que eu adoro pronunciar. Fica na frente de "Guantánamo", mas ainda perde para "Líbero Badaró", o melhor nome ever.