31 de ago de 2009

COMPARTIMENTANDO

Para quem tem TOC de organização ou para os virginianos mais convictos (já que estamos na época deles), descobri o paraíso. Chama-se Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo, também conhecida como FEA-USP ou só FEA mesmo.

A minha descoberta se deu porque estou fazendo aulas de francês lá. E cada dia a aula é numa sala diferente (sempre marcada num papel afixado no mural). O prédio principal, onde acontecem as aulas, é dividido em corredores, cada qual identificado com uma letra, por exemplo, E. Em cada corredor, as entradas para as salas são identificadas com um número, por exemplo, E4. Mas nas entradas de serviço, onde estão os banheiros e almoxarifados, como haverá mais de uma porta, a identificação passa para um subnível. Assim, minicorredor de serviço: E1. Almoxarifado: E1.1. Sanitário masculino: E1.2 etc. E hoje, para o meu desbunde (já que me incluo na categoria dos que têm TOC), descobri que as cabines do banheiro também têm identificação: E1.1a (!)

E se déssemos prosseguimento à brincadeira? A privada seria E1.1a1, o cocô E1.1a1a, o milho E1.1a1a.a e assim por diante...

MOMENTOS DE FALTA DE ACABAMENTO VOL. II

A menina, levada para uma livraria cult da capital:

— Mãe, quando a gente vai comprar o CD do Caminho das Índias?

*
Na mesma livraria cult, entre duas amigas:

— Olha só que livro legal pra deixar assim... em cima de uma mesa.

*
A mesma amiga, percebendo a reprovação da outra:

— Quer dizer, pra ler...

*
O autor espanhol, criando caso com o tradutor:

— Tenho um jeito barroco e complexo de me exprimir.

*
Uma amiga do peito, cientista social, encantada com os efeitos de certas substâncias químicas comprimidas:

— Onde que eu encaixo isso no meu mundo socialista?

ENTRE OUTRAS MIL...

Neste mundo binário, ainda não se tem definições muito claras quanto à efemeridade das coisas. Este blog que você está lendo, por exemplo, ficará para a eternidade? Não sei. Ultimamente, aliás, mesmo eu, que sou o dono dele, tenho passado bem pouco por aqui; ando com preguiça de postar, sei lá...

Mas neste fim de semana fui apresentado a uma pérola que não pode se perder tão cedo. Por isso decidi deixá-la registrada também aqui, afinal, é o meio de que disponho para divulgar coisas que acho interessantes. Tudo bem, também posso sair por aí riscando portas de banheiro, colando papelzinho em poste etc. etc.

Bom, vamos ao que importa. Para quem ainda não viu, eis a interpretação de Vanusa para o Hino Nacional — o melhor vídeo do YouTube dos últimos meses.

13 de ago de 2009

RELEITURA


5 de ago de 2009

QUESTÃO DE TAMANHO

Uma das coisas que mais me irritam editorialmente é quando a Casa Claudia, a Arquitetura e Construção ou qualquer revista do tipo resolve fazer uma matéria sobre decoração de apartamentos pequenos. Primeiro, é óbvio, porque o frescor da matéria é praticamente nulo — todo mês sai uma reportagem com esse título, quase tão manjado quanto o "Perca gordura e conquiste um abdome tanque" da Men's Health. Mas o mais irritante é que eles sempre colocam logo abaixo do título, como olho: "Ideias e sugestões para apartamentos de 40, 55 e 110 m²". Porra, São Paulo já é quase Tóquio: não dá mais pra considerar um apartamento de 110 m² pequeno!

1 de ago de 2009