11 de ago de 2010

EXERCÍCIO

Se eu penso
Desisto
Se eu quero
Não insisto
E assim, a cada dia
Só me visto e assisto

Mas é nesse exercício de pensar e desistir
De querer e não insistir
Que resisto
Mesmo que eu seja malvisto,
Não quisto
Ou mesmo que não seja bem isto

2 comentários:

Heitor Nunes disse...

desde quando vc é poeta???

Denis disse...

poeteiro...